Kizomba na praça

Um dos organizadores do evento fala ao público.

O feriado dedicado à consciência negra não passou despercebido em Caraguatatuba. Música, dança e alegria fizeram parte da festa.

Quem passeava pela praça Doutor Cândido Mota, no centro da cidade, pôde conferir as atrações da vigésima terceira edição do Kizomba.

O evento organizado pela ONG Zambô, trouxe aos visitantes diversas atividades com o objetivo de valorizar a luta e a cultura negra. Os participantes tiveram à sua disposição para comprar e apreciar, obras de artesanato, desenhos artísticos e caricaturas, além de provar pratos típicos como cuscuz, acarajé e caximbada - uma bebida feita à base de aguardente, abacaxi e mel.

Nem as crianças ficaram de fora. Elas também puderam curtir um teatro de marionetes e se embelezar com acessórios de moda.

Além da ONG Zambô, os alunos da Escola Estadual Doutor Eduardo da Costa, situada no bairro do Tinga, marcaram presença no evento. Eles produziram roupas feitas com materiais recicláveis e desfilaram pela praça com as suas criações.

O cuidado com a saúde também foi pauta. Os que estavam presentes, tiveram a oportunidade de aferir a pressão sanguínea e garantir que está tudo em ordem com o coração.

Segundo os organizadores, o dinheiro arrecadado no Kizomba será destinado ao
estabelecimento de uma sede fixa para a ONG.

Quem quiser acompanhar os trabalhos da Zambô, pode ficar atualizado seguindo a página oficial do movimento nas redes sociais.

Comentários

Os artigos mais lidos

Como funciona o Budismo e seus preceitos

Idosos em asilo ensinam inglês para jovens brasileiros

Cantores de hoje e sempre: 11 artistas que marcaram a história da música brasileira