Postagem em destaque

Tipos de textos jornalísticos

Informativos
Notícia: é o relato puro e simples de um fato ou acontecimento atual de interesse público e de interesse do público;Reportagem: trata-se de uma notícia ampliada, com informações prestadas por mais de uma fonte. A reportagem aborda vários ângulos de um fato, esmiuçando e esgotando o assunto, além de procurar interpretar os acontecimentos;Suíte: matéria com desdobramentos de um fato já noticiado, quando há novas informações sobre o assunto outrora abordado;Entrevista: além de representar a principal fonte de informação para a maior parte das matérias jornalísticas, ela pode ser uma entrevista especial com perguntas e respostas - chamada nas redações de "pingue-pongue" - a uma única fonte (uma personalidade política, econômica, cultural etc.);Nota: uma notícia pequena, que se destina a dar uma informação rápida sobre um determinado fato ou acontecimento. Opinativos
Perfil: é uma espécie de construção da história duma personagem com enfoque num indivíduo ou numa inst…

Governo uruguaio vai trocar armas por laptops e bicicletas


O governo uruguaio estuda lançar em março uma campanha que pretende estimular a população do país a trocar armas de fogo por bicicletas e laptops.


Intitulada de “Armas para la Vida” (Armas para a Vida, em tradução livre), a iniciativa tem como objetivo reduzir o número de homicídios. Em 2012, foram registrados 267 mortes de acordo com dados da ONG Funda-Pró. Neste ano já foram acrescidos mais 30 assassinatos.

O diretor de comunicação do Ministério do Interior, Clarin Marcelo Barzelli, afirmou que “a campanha quer mostrar o valor de trocar uma arma de fogo por uma arma de conhecimento ou uma de lazer, trabalho e saúde, no caso da bicicleta”.

O Brasil vive à sombra de dois fantasmas que assustam a nossa população: a violência urbana e a mais recente alta no preço dos combustíveis. Em 2005, o governo convocou os brasileiros para votar no referendo do desarmamento, que propunha proibir a comercialização de armas de fogo. Na ocasião, a maioria decidiu pela não proibição.

Talvez uma campanha semelhante a uruguaia, seja uma boa solução para esses dois graves problemas de nosso país.

Os artigos mais lidos

Como seria sua vida se não existisse o celular