Os "tormentos" de ser uma mulher jogando futebol



A Copa do MundoFeminina da FIFA está acontecendo no Canadá, e pouca gente sabe disso.

A cobertura da imprensa, em especial a nossa, é tão ínfima que provavelmente, pouquíssimas pessoas estejam cientes de que o torneio já encontra-se nas semifinais e que a seleção brasileira foi eliminada pela australiana nas oitavas de final.

Além do total descaso da cobertura jornalística, as guerreiras que ousam se aventurar em praticar o esporte mais popular do mundo também precisam lidar diariamente com todo tipo de preconceito recebido por “invadirem” um campo de batalha dominado pelo sexo masculino. E nesse ponto, o Brasil não parece ser exclusividade.

As jogadoras da seleção norueguesa – que, a propósito, também já foi eliminada da competição – gravaram um "minidocumentário" ironizando os comentários mais comuns aplicados ao futebol feminino.

No vídeo, as atletas “admitem” que não servem pro esporte, que geralmente esquecem que futebol se joga com os pés, tentam explicar a regra do impedimento, reconhecem que sua beleza atrapalha, que os vestiários são lotados de lésbicas e ainda sugerem opções ao presidente da FIFA que tornariam o esporte mais fácil para elas praticarem. Tudo de uma maneira muito divertida e sarcástica, é claro.

O vídeo foi gravado em norueguês, mas é legendado em inglês. E, se você não domina a língua inglesa, pode ativar a função de tradução do YouTube. O serviço não é perfeito, mas ainda é possível captar a mensagem e as piadas inteligentes apresentadas. Vale apena conferir.


Postagens mais visitadas deste blog

Como seria sua vida se não existisse o celular

Coisas que aprendi estudando russo