Com nome de príncipe, ex-corintiano é cobiçado na "Terra da Rainha"

Com nome de príncipe, ex-corinthiano é cobiçado na Terra da Rainha / Fonte da foto: Reprodução Internet
Chelsea e Liverpool estão na disputa pelo jogador

Segundo o jornal britânico “The Guardian”, o Liverpool (ING) está preparando uma proposta de 35 milhões de euros por Willian, meio campo do Anzhi (RUS). Justamente o que o clube pagou para tirá-lo do Shakhtar Donetsk (UCR). Porém, outra equipe inglesa também estaria interessado na transação, o Chelsea.

Após se decepcionar com o desempenho do Anzhi dentro de campo, o dono do clube, Suleyman Kerimov decidiu vender as principais estrelas do time: Samuel Eto’o, o próprio Willian e Jucilei. De acordo com alguns jornais ingleses, o Chelsea teria se interessado por Eto’o e por Willian, mas o Liverpool entrou forte na briga pelo ex-jogador do Corinthians.

William apareceu como uma grande promessa no time do Parque São Jorge, no entanto, foi embora muito cedo para o então desconhecido time ucraniano. Ele era o principal jogador do Shakhtar até ser vendido para o time russo, e chamou a atenção de clubes europeus na última UEFA Champions League® 2012/2013 onde jogou um ótimo futebol na fase de grupos, principalmente contra Juventus e coincidentemente contra o Chelsea.

O meia causou tamanha boa impressão que até hoje tem seu nome cogitado para ter uma oportunidade com a camisa da Seleção Brasileira. Ele poderia se encaixar bem na lacuna deixada por Kaká (Real Madrid) e Ronaldinho (Atlético/MG), e recentemente ocupada por Jadson (São Paulo), na Copa das Confederações. Mais futebol que o meia são paulino a ex-promessa e agora realidade com certeza tem.

Assista lances e jogadas de Willian:


Gostou do artigo? Não esqueça de compartilhar com os amigos e parabenizar o autor deixando seu comentário! 

Sobre o Autor:
Vinícius Ramalho
Vinícius Ramalho é jornalista formado em 2012. Apaixonado por esporte (principalmente por futebol) e ligado nas mídias sociais.

Postagens mais visitadas deste blog

Como seria sua vida se não existisse o celular