Dicas de Séries: Ghost Whisperer

Crédito da foto: Divulgação Internet
A série é protagonizada pela atriz Jennifer Love-Hewitt
Este é o meu primeiro artigo aqui no Penso, logo escrevo! e tratarei basicamente de resumos, opiniões e dicas sobre livros, filmes e séries, além de assuntos relacionados ao tema. Colaborações de leitores sobre os assuntos sempre serão bem-vindas.

Iniciarei contando sobre uma série que eu sempre tive vontade de assistir do início ao fim e que, assim que comecei, me apaixonei: Ghost Whisperer.
Como não tenho muita paciência para assistir as séries enquanto elas ainda estão sendo transmitidas pela TV – nada mais chato e angustiante que ter que esperar um tempão para a divulgação de um novo episódio – prefiro ver séries já finalizadas.


Fiquei muito chateada quando cancelaram o seriado em maio de 2010, ao final da quinta temporada. Mas, serei sincera ao dizer que a última temporada foi muito ruim (# Spoiler. Quem tem curiosidade de assistir a série, não deve ler a continuação do parágrafo), já que tudo envolvia o filho do Jim e da Mel (David Conrad e Jennifer Love-Hewitt). Tá certo que não tem como deixar ele de lado, mas os roteiristas se perderam um pouco, fugindo da história. O Jim também, depois que ele morreu e volta (sim, ele morre! Mas, o seu espírito entra no corpo de outro homem quando esse também morre), ele vai estudar medicina, que sempre foi o seu sonho, e também perde espaço na trama.

Bom, a série conta a história de Melinda Gordon, uma sensitiva, que herdou da sua avó o dom de ver e conversar com os espíritos que ainda vagam pela Terra, e tem a missão de ajudá-los a fazerem a passagem. Seu marido, Jim Clancy, é lindo e apaixonado pela esposa. Ele é uma das poucas pessoas que sabe do seu segredo e está sempre pronto para ajudá-la.

Crédito da foto: Divulgação Internet
Jim (David Conrad) e Mel(Jennifer Love-Hewitt), par romântico na série,

A citação seguinte apareceu na abertura de todos os episódios da primeira e segunda temporadas:
“O meu nome é Melinda Gordon. Acabei de me casar. Acabei de me mudar recentemente para uma pequena cidade. Abri uma loja de antiguidades. Sou uma pessoa como qualquer outra. Exceto que desde a minha infância sei que falo com os mortos. Espíritos presos a terra, como minha avó os chamava. Para contar-lhes a minha história, teria de contar a deles...” (Fonte: Wikipédia)
Ghost Whisperer envolve comédia, drama, suspense e podemos acompanhar o dia a dia desses personagens, resolvendo um problema novo a cada episódio e o desenrolar de novas histórias a cada temporada.

Sempre que a protagonista consegue levar algum espírito para luz é uma cena triste, pois ele está deixando todos para trás e partindo para uma nova etapa. (#Spoiler) Mas, a cena de maior emoção e tristeza é definitivamente a morte do Jim.

Ele está na cama do hospital e a Mel dormindo. Em seguida, para na frente dela, que fica feliz em vê-lo, mas Clancy começa a falar sobre as complicações que têm sofrido, consequência de um tiro que levou. Melinda, então começa a se dar conta das sensações que está sentindo (a sua avó explica isso em algum dos primeiros episódios: ela sabe que uma pessoa está morta quando sente calor, luz, paz, diferentes sensações ao mesmo tempo), e percebe que ele morreu. É muito triste! Um casal “super apaixonado”, lindo de ver. Um romance que todos querem para si, e terminar desta forma?!

OK. Chega! Para finalizar: assim que eu acabar de ver as séries que ainda pretendo – e são muitas – assistirei novamente. Eu super recomendo! #Ficaadica

Ficou com vontade? Assista a abertura da 2ª temporada:


Sobre a Autora:
Melissa Maschka
Melissa Maschka é gaúcha de 25 anos. Formada em jornalismo pela Universidade Luterana Brasileira (ULBRA) no ano de 2010. É apaixonada por livros, filmes e séries, mas não é nenhuma "rata de biblioteca" ou uma nerd... Está muito longe disso!.

Postagens mais visitadas deste blog

Como seria sua vida se não existisse o celular

Coisas que aprendi estudando russo